O Que Você Está Fazendo?


Pense por um instante em todas as coisas que você faz em um dia. Pensou?! Agora responda sinceramente: qual porcentagem dessas coisas você realmente quer fazer?

Não se assuste se a resposta for um número abaixo do que você realmente gostaria. Isso acontece porque fazemos muitas coisas sem pensar, no modo automático, sendo que raramente paramos para trazer consciência para este mecanismo.

Agora que você o fez, que tal reservar um tempo para repensar suas estratégias? Minha proposta não é que você deixe de fazer as coisas, afinal isso teria um impacto na vida de outras pessoas e consequências na sua própria. O que estou propondo é que você reveja as estratégias que utiliza em suas ações!

 

É uma forma de validar suas escolhas passadas

e fazer novas para o futuro, garantindo

alinhamento e coerência no decorrer do caminho!

 

Quando falo sobre isso em meus treinamentos, às vezes me perguntam de quanto em quanto tempo devemos fazer essa validação e minha resposta pode até parecer um exagero, mas garanto que não é. Você deve fazer esta validação todos os dias, o tempo todo! É um novo hábito a cultivar.

Não fazer isso é deixar que coisas que não te agradam tomem proporções grandes demais a ponto de ser difícil e doloroso resolver a questão. Quanto antes você perceber e agir, mais fácil e simples será a resolução!

Começar a fazer isso é respeitar o fluxo constante de mudanças em nós mesmos, nos outros e na vida. É entender que nada é estático e que para continuarmos a manter a coerência precisamos analisar as novas informações que surgem, considerá-las em nossas novas e conscientes escolhas.

Algo que indica se você está no caminho certo é, quando se perguntar “O que eu estou fazendo?”, obter a seguinte resposta de si mesmo: “Exatamente o que eu gostaria!”.