Tudo que você oferece, volta pra você

E é tudo mesmo, não só coisas. Cada ação que você tem é feita com uma intenção mais sutil e é essa intenção sutil que volta, porém de forma relacionada e não necessariamente direta. Dá pra perceber muito isso nas relações de trabalho: você faz seu trabalho de uma determinada forma, com determinada energia, e recebe por isso. A forma/energia atrelada ao dinheiro que você recebe tem a intenção que você colocou. Isso explica porque sua satisfação com seu “pagamento” não tem tanto a ver com a quantidade de dinheiro. Às vezes você até trabalha de graça e se realiza muito mais, não é mesmo? Lembra disso no seu próximo dia de trabalho (que pode muito bem ser amanhã) e procure refletir se existe coerência entre o que você está oferecendo e o que quer receber! Vamos juntos!!